É engraçado, não é?
Quando se é novo, só se quer crescer, e depois só se quer voltar a ser criança.
Mas nessas horas não tem como segurar, bate uma saudade louca de ti, da sua voz e de tudo, não tem como guardar só pra mim. No meu quarto as paredes são testemunhas, e o travesseiro é um velho amigo, sinto sua falta. Eu até consigo me ocupar durante o dia e fazer qualquer coisa que me distraia, mas a noite não dá, não consigo dormir nem parar de pensar em ti por um segundo. Toda essa distância e a dor que isso causa, tudo isso, nada me deixa em paz. E escrever já não é algo que me ajude, mas estou aqui, preciso dizer, tô morrendo a cada segundo longe. Tô morrendo por que parece menos doloroso do que essa rotina sem ti.
 Lila, vestígiar.
theme por: romanceais